Enviando...

DEZ
16

Podemos definir o marketing pessoal como o conjunto de estratégias, aplicadas de maneira coerente e planejada, capazes de atribuir mais valor à sua imagem pessoal.

Existem diversas maneiras de melhorar sua imagem e tornar-se referência no que você faz, mas tudo isso precisa ser pensado dentro de um contexto de entrega de valor para as pessoas. Veja algumas dicas:

  • Seja líder! Desenvolva habilidades capazes de influenciar pessoas e seja um formador de opinião.

 

  • Seja confiante! Transmita convicção aos seus chefes e companheiros de trabalho – eles devem saber que, se algo precisa ser bem feito, tem que ser feito por você.

 

  • Diferencie-se! Saiba o quê e por quê está fazendo algo. Fuja de atividades pré-estabelecidas que não precisam de conhecimento prévio. Torne-se especialista em suas atividades e seja o motivo para a execução delas

 

  • Colabore! Saiba trabalhar em equipe e administrar conflitos. Mesmo que você tenha mais habilidades em determinadas atividades, colabore para o desenvolvimento de seus colegas de trabalho. Afinal, uma equipe coesa produz melhor e com mais satisfação.

 

  • Valorize-se! Reconheça o seu trabalho e apresente bons resultados. Tenha uma boa visibilidade. Sempre que tiver a oportunidade, apresente, além dos resultados, seus projetos e ideias, mesmo que informalmente.

 

  • Seja otimista! Ninguém gosta de pessoas rabugentas. Profissionais cuja presença faz murchar até o pequeno cacto ao lado da mesa são os mais evitados em ambientes corporativos. Pessoas otimistas e bem-humoradas proporcionam um ambiente agradável e irradiam bem-estar à sua volta.

 

  • Planeje! Coloque no papel onde pretende chegar, qual situação que almeja profissionalmente e tenha paciência. Tudo acontecerá ao seu tempo desde que, obviamente, você direcione seus esforços para realizar-se, conforme o planejado

E lembre-se: se estiver participando de um processo seletivo ou de seu primeiro emprego através de um estágio, saiba o que você pode oferecer para a empresa. Vá para aprender e, também, contribuir – você aprenderá muito na organização e terá excelentes experiências, mas isso será consequência de seu trabalho e não apenas de um processo de aprendizado.